Kart – Diego Ramos tem final de semana negativo, mas segue na briga pelo título da Copa São Paulo Light

Piloto de 15 anos da Academia Shell Racing termina em oitavo a quinta etapa da competição.

No último sábado (10) aconteceu a quinta etapa da Copa São Paulo Light de kart, no Kartódromo da Aldeia da Serra. Brigando pela liderança da categoria Junior, Diego Ramos não teve um resultado que esperava, terminando a competição na oitava colocação.

Diferente das etapas anteriores, em que aconteciam duas provas no final de semana, neste último sábado foram disputadas três baterias. Na primeira delas Diego mostrou garra ao sair da quarta para a primeira posição. Porém, por conta de um toque de corrida, o piloto perdeu algumas posições, finalizando em quarto.

Na segunda bateria, Ramos terminou na terceira colocação, mas foi desclassificado, pois uma peça da carenagem do seu kart estava se soltando durante a prova, o que não é permitido. Largando em último na terceira bateria, o piloto da Academia Shell Racing fez uma boa largada e já estava em terceiro, quando o radiador do seu kart furou, o que o fez perder algumas posições, terminando em oitavo.

“O final de semana foi bem difícil. Nas três baterias eu tive algum tipo problema, o que é frustrante. Tenho que levantar a cabeça e focar na próxima etapa, para que eu possa me recuperar”, disse Diego.

Com o resultado, Ramos caiu para a terceira colocação no campeonato com 37 pontos, 10 atrás de seu companheiro de Academia Shell, Felipe Baptista. “Agora estou em terceiro no campeonato, mas espero que na próxima etapa eu consiga diminuir essa desvantagem”, finalizou.

A próxima etapa da Copa São Paulo Light é apenas no dia 26 de agosto. Antes disso, entre os dias 10 e 22 de julho, Diego Ramos disputa o Campeonato Brasileiro de Kart, no Kartódromo do Beto Carrero, em Penha, SC.

Confira a classificação extra-oficial da Copa São Paulo Light na categoria Junior, após cinco etapas (10 primeiros):

1) 121 – Felipe Baptista – 47
2) 38 – José Mugiatti – 40
3) 13 – Diego Ramos – 37
4) 48 – Pedro Lopes – 31
5) 38 – Nicolas Fabris – 27
6) 312 – Guilherme Peixoto – 23
7) 112 – Roberto Forti – 20
8) 408 – Pedro Adami – 19
9) 77 – Gabriel Fonseca – 17
10) 8 – Enrico de Lucca – 17

Fonte: Planeta Velocidade